Transformação digital para departamentos financeiros do varejo

26 agosto 2019
A transformação digital vem revolucionando diversos setores da economia, e o financeiro é o principal deles. Saiba como promovê-la no varejo!

“A melhor maneira de prever o futuro é criá-lo.” Peter Drucker, o pai da administração moderna, estava certo. A transformação digital vem revolucionando diversos setores da economia, e o setor financeiro é o principal deles.

Não estamos falando sobre inventar a roda, mas é inegável que o varejo precisa se incluir nesta jornada tecnológica rumo à um futuro que ofereça soluções inovadoras e disruptivas ao consumidor.

A transformação digital está revolucionando a gestão financeira do varejo. Se você trabalha nesta área, lembre-se de como era a sua rotina há 10 anos atrás, no departamento financeiro da sua empresa ou da organização em que você atuava.

Provavelmente, você devia estar cercado de papéis, documentos e contratos, fazendo cálculos através de uma calculadora analógica, anotando tudo à lápis ou caneta em um dos diversos relatórios de papel que você precisava preencher, todo santo dia.

Acertamos? Pois é, mas os tempos são outros, meus amigos! A internet chegou, a tecnologia evoluiu, e novas e melhores soluções foram criadas, transformando radicalmente os departamentos financeiros das empresas (ainda bem!).

Hoje, o dinheiro físico e o cheque, por exemplo, são itens raros nos departamentos financeiros. Quem diria, não é mesmo? Meios de pagamento tão comuns, estão se tornando obsoletos em relação ao boleto bancário e cartão de crédito.

Sem falar em algumas opções ainda mais inovadoras como mobile banking, QR Code, NFC (pagamento por aproximação), biometria, criptomoeda e até pagamento por reconhecimento facial.

Leia mais: Os meios de pagamento no varejo: números, inovações e tendências

A transformação digital do mercado financeiro em números

A Pesquisa FEBRABAN de Tecnologia Bancária 2019 – Ano-base 2018 revelou números surpreendentes sobre o setor. Segundo o estudo, as transações bancárias cresceram 8% no total, nos canais digitais, o dobro, chegando a 16%, sendo que as movimentações financeiras digitais cresceram de 4,4 bilhões de transações em 2016 para 5,3 bilhões em 2017.

O destaque fica para o mobile. Segundo o levantamento, o mobile banking assumiu a preferência dos brasileiros, com 2,5 bilhões de pagamentos de contas e transferências em 2018. De cada 10 transações, 6 são realizadas no internet e mobile banking.

Os números mostram a preferência cada vez maior do consumidor por soluções práticas, que facilitam a rotina. E os departamentos financeiros do varejo precisam estar preparados para atender essa demanda.

Tudo começa pela transformação cultural

O varejo precisa se adequar ao consumidor da Indústria 4.0. E o setor financeiro tem papel fundamental nesta adaptação. Geralmente, quando uma empresa decide promover sua transformação digital, os setores envolvidos no processo costumam ser o Marketing, TI e Vendas.

Porém, este é um grande erro. O departamento financeiro é o coração de todo negócio, e deve participar ativamente das mudanças que podem ser promovidas na organização através do uso da tecnologia e de soluções inovadoras.

O setor financeiro do varejo pode e deve sugerir possibilidades e identificar oportunidades para contribuir com a execução da transformação digital e levar a empresa à um novo patamar digital.

Financeiro: um setor conservador? Nunca mais!

Os profissionais do setor financeiro precisam ter, em suas funções, controle e disciplina, afinal, a área é responsável por garantir a lucratividade, liquidez e segurança financeira da empresa. Porém, o setor não pode se deixar levar pelo conservadorismo, por conta destas atribuições.

Abra a cabeça, departamento financeiro!

Não estamos defendendo que o setor financeiro seja irresponsável e permita tudo que é proposto em busca da transformação digital, mas o departamento precisa colaborar e entender que, para promover mudanças significativas, é preciso correr alguns pequenos riscos, até porque a inovação não é uma ciência exata, como os profissionais da área estão acostumados, mas sim tentativa e erro.

Obviamente, de nada adianta a transformação digital, se não gerar redução de custos para o negócio, e acima de tudo, mais lucros. O financeiro, neste caso, é o grande responsável pela fiscalização da viabilidade de cada projeto, porém, não deve ser um dificultador durante o processo.

Leia também: Os 5 maiores erros de gestão financeira no varejo

O financeiro tem a missão de permitir a inovação e manter o negócio saudável, facilitando as transações comerciais, dando suporte à transformação digital e incorporando-se à cultura de inovação.

Aqui vão algumas dicas para o seu departamento financeiro evolua, de forma criativa, com ações inteligentes e focadas em resultados:

– Elimine burocracias: chega de atividade e tarefas desnecessárias;
– Incentive a criatividade: todos podem participar com ideias;
– Escute a opinião de terceiros: quem está de fora também pode ajudar;
– Mapeie processos: faça a análise dos métodos atuais e identifique deficiências;
– Planeje: invista tempo em um planejamento focado em inovação e tecnologia

As ferramentas de inovação para o setor financeiro

Confira algumas ferramentas que podem acelerar a transformação digital em departamentos financeiros do varejo:

Big Data & Analytics: refere-se à coleta e armazenamento de dados para a apuração e direcionamento das informações em busca dos objetivos da empresa. Com o uso dessa tecnologia, o setor financeiro pode coletar dados importantes e transformá-los em informações preciosas para o negócio, entendendo, de verdade, o que os números querem dizer.

Inteligência Artificial: através deste recurso, é possível implementar algoritmos que podem ser programados automaticamente com dados da empresa, removendo a intervenção humana na análise financeira, detecção de fraudes e execução de tarefas de proteção financeira.

Gestão financeira inteligente: este é o ponto mais importante para que você inicie a transformação digital do seu negócio. Utilizar uma plataforma de gestão financeira é indispensável para que você automatize os processos do seu setor financeiro.

Com um sistema de gestão financeira inteligente, é possível simular a antecipação de recebíveis, fazer a conciliação e a baixa dos lançamentos, auditar descontos e taxas e visualizar informações amplas e específicas de todas as movimentações financeiras da empresa, em tempo real.

Fazendo uso de uma solução digital completa, você consegue ter o controle das finanças do seu negócio, podendo se preocupar em vender mais, por exemplo.

Bom, chegamos ao fim deste artigo. Esperamos que você tenha absorvido o tema para colocar em prática a transformação digital do seu negócio. E, se você quiser começar com um sistema de gestão financeira inteligente, conte com a Equals.

Categorias

Saiba das novidades
Os meios de pagamento evoluem a cada dia,
nossa solução também.