As boas práticas do setor financeiro de alta performance

23 outubro 2019
O que as maiores e melhores empresas do mundo fazem de tão diferente? Como ter um setor financeiro de alta performance? Leia este artigo e descubra!

O setor financeiro é considerado o coração das empresas, principalmente no varejo, que costuma ter um alto volume de vendas e tudo acontece com mais dinâmica e rapidez. Mas, como maximizar o desempenho dessa área para atingir melhores resultados? Neste artigo, abordaremos exemplos de sucesso de grandes corporações e boas práticas em finanças. Vamos nessa?

Você provavelmente já ouviu falar do Google e da Amazon, certo? Apenas para contextualizar: o Google começou como um simples buscador, e hoje está perto de chegar a US$ 1 trilhão em valor de mercado, com diversos produtos em seu portfólio.

A Amazon, assim como o Google, começou em uma garagem abandonada e hoje é um dos maiores sites de varejo do mundo, onde as pessoas compram livros, músicas, filmes, produtos da Amazon e de centenas de empresas parceiras. Em julho deste ano, seu valor chegou a US$ 993 bilhões.

As duas empresas estão entre as três mais valiosas do mundo, junto com a Apple. Sem dúvidas, são duas das organizações mais respeitadas e admiradas pelos empreendedores. Para chegar no patamar atual, elas precisaram inovar. Mas, o que esses negócios fizeram de tão diferente?

A fórmula do sucesso das maiores (e melhores)

A EY, uma das quatro maiores empresas de serviços profissionais do mundo, realizou uma pesquisa para desvendar o que empresas de alta performance fazem para se destacar no mercado. Foram entrevistados 550 diretores financeiros (CFO) e de recursos humanos (CHRO).

O principal aspecto revelado pelo estudo foi que os diretores do setor financeiro e de recursos humanos dessas empresas interagem mais e melhor uns com os outros, e essa prática interfere direta e positivamente no desempenho dos negócios.

O levantamento evidencia a importância da colaboração entre o setor financeiro e o de recursos humanos, mas também com as demais áreas da empresa, como Marketing e Vendas, por exemplo.

Quer saber as características transformadoras de empresas de alta performance como Google e Amazon? Confira abaixo!

Maturidade: essas empresas têm estrutura organizacional e modelos operacionais integrados, bem definidos e maduros. O setor financeiro não tem “rixas” com os demais, pelo contrário, trabalha em sintonia com as demais áreas pelo bem comum. Todas as áreas têm acesso às informações essenciais do negócio e trabalham integradas, na mesma direção. Os profissionais e gestores dedicam mais tempo em colaborações e interações. Essa maturidade não surge com o tempo, mas sim com uma cultura forte, voltada à resultados, desde o início.

Envolvimento: um setor financeiro de alta performance precisa se envolver sim, na tomada de decisões e no planejamento estratégico da empresa. Com números, dados e informações à disposição, o setor financeiro pode identificar problemas antes que eles aconteçam, e isso pode ser uma vantagem extremamente competitiva para os negócios, principalmente em relação às áreas de Marketing e Vendas.

Análise: o setor financeiro não deve se restringir apenas às contas a pagar e receber, fluxo de caixa, capital de giro etc. Os setores financeiros de alta performance são capazes de identificar riscos e oportunidades para impulsionar o desempenho dos negócios e auxiliar, com embasamento, a tomada de decisões estratégicas.

Segundo a pesquisa da EY, esses são os principais atributos das grandes empresas. Vamos para a prática? Confira como criar um setor financeiro de alta performance no seu negócio!

Desenvolvendo um setor financeiro de alta performance

Primeiro, você precisa saber exatamente quais os objetivos do seu negócio. Aonde você quer chegar? Sabendo isso, podemos partir para a contratação de profissionais (jovens ou experientes?), quando você deverá pensar em fatores como: recrutamento e seleção; perfis desejáveis; tamanho da equipe; remuneração; entre outros.

Cada empresa tem uma forma de gestão, de acordo com suas necessidades. Porém, alguns processos são comuns e essenciais para todas:

Reuniões (five minutes): essas são aquelas reuniões de alinhamento. Parecem bobas, mas são fundamentais para a sincronia do time. Esse é o momento em que a equipe expõe as demandas mais e menos urgentes e os gestores conseguem visualizar a situação como um todo, agindo de forma antecipada e rápida de acordo com a necessidade.

Feedbacks (one-on-one): pode ser desde um bate-papo informal até uma conversa sobre promoção. Geralmente, parte do gestor, mas também pode partir do liderado. O importante é que o feedback seja dado e recebido, regularmente. O prazo mais indicado entre um e outro é de 15 em 15 dias.

Cultura: qual o propósito da sua empresa? Se você não sabe, por que seu time saberia? Tenha uma cultura bem definida e dissemine ela entre a sua equipe, frequentemente. Os colaboradores precisam se orgulhar da empresa onde trabalham, e você também.

Invista em capacitação

Como já citado acima, o setor financeiro precisa inovar e estar cada vez mais integrado com as demais áreas da empresa. Por isso, a capacitação e o desenvolvimento dos colaboradores são fatores essenciais para o sucesso do negócio. Saiba o que você pode fazer nesse sentido:

Treinamentos: conhecimento nunca é demais. A empresa pode e deve fornecer treinamentos internos ou externos para o setor financeiro, seja para toda a equipe ou para colaboradores específicos, com módulos voltados para o trabalho de cada um. O treinamento é uma das maneiras de aumentar a performance da área de finanças.

Cursos: a capacitação através de cursos e certificações é uma ótima forma de manter os profissionais do setor financeiro atualizados e alinhados com as tendências e novidades do mercado. O colaborador cresce e a empresa também, todos saem ganhando.

Eventos: a participação da sua empresa em eventos do setor financeiro, além de proporcionar a interação com outros negócios, permite a troca de conhecimento dos seus funcionários com os de outras organizações. Esses encontros estimulam a criatividade e aumentam a motivação da equipe.
As ferramentas para um time financeiro de alta performance

Bom, digamos que você já estruturou o seu setor financeiro. Agora, para aumentar o seu desempenho, você vai precisar fazer uso da tecnologia para automatizar os processos do seu time. Conforme a empresa vai crescendo, a automação se torna indispensável.

Leia também: A importância da automação de processos para a gestão financeira

Principalmente no varejo, é essencial que a empresa conte com um sistema PDV (Ponto de Venda) e um ERP (Enterprise Resource Planning). O PDV atua na frente de caixa, na realização e fechamento das vendas, e emissão de notas fiscais. Já o ERP é responsável por centralizar as informações gerenciais da empresa: contabilidade, finanças, fiscal, RH, suprimentos, patrimônio e vendas. Ambos são de extrema importância para os negócios.

Por fim, queremos destacar a necessidade da sua empresa contar com um sistema de gestão financeira inteligente, essencial para um desempenho de alta performance no setor financeiro. Conheça a plataforma Equals e todos seus recursos aqui.

Agradecemos sua companhia. Até a próxima!

Categorias

Saiba das novidades
Os meios de pagamento evoluem a cada dia,
nossa solução também.