Dicas práticas de fluxo de caixa de franquia para o franqueado

30 novembro 2020
Para manter o negócio de forma sustentável a todos os envolvidos, é necessário que eles entendam de que forma precisam gerenciá-lo. Com o objetivo de contribuir com a boa gestão financeira, abordamos a seguir algumas dicas práticas para o fluxo de caixa de franquia para o franqueado.

Apesar de a pandemia do novo coronavírus ter provocado mudanças estruturais em vários setores da economia brasileira, como o inevitável fechamento de lojas e a consequente mudança nos hábitos de consumo com intensa demanda por compras via aplicativos de delivery, as possibilidades de crescimento para franquia (franchising) tem aumentado, segundo a Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC).

A SBVC relatou que a justificativa para essa realidade tem a ver com eficiência operacional, conhecimento do cliente e traquejo comercial, e não necessariamente questões macroeconômicas.

Foi a partir de 1980 que o sistema de franquia começou a decolar no Brasil. Milhares de pessoas com perfil empreendedor encontram em um modelo de negócios que foi testado e é bem sucedido, como o de franquias, uma alternativa para investir seus recursos financeiros e humanos. A relação de “ganha-ganha” entre franqueador e franqueado é muito forte, principalmente quando o idealizador da marca presta assistência a seus franqueados.

Para manter o negócio de forma sustentável a todos os envolvidos, é necessário que eles entendam de que forma precisam gerenciá-lo. Com o objetivo de contribuir com a boa gestão financeira, abordamos a seguir algumas dicas práticas para o fluxo de caixa do ponto de vista do franqueado que foram apontadas pela Sage.

Dicas práticas de fluxo de caixa de franquia para o franqueado

1. Descubra o ponto de equilíbrio da sua franquia

O primeiro passo para gerir bem o caixa é saber qual é o ponto de equilíbrio (break-even) da franquia. O ponto de equilíbrio acontece quando todos os produtos e serviços vendidos em um período cobrem todo o investimento que foi feito pelo franqueado, porém, ainda não traz lucro para o negócio. Sem o ponto de equilíbrio em mente, fica difícil atingir seus objetivos, considerado que poderá haver períodos do ano em que o faturamento do negócio vai variar. Com o ponto de equilíbrio bem definido, atingir objetivos financeiros vai ser mais facilmente executável mês a mês.

2. Revise seu balanço patrimonial

Quando a sua franquia “fecha para balanço”, e possível avaliar a evolução do patrimônio do negócio em um período que costuma ser de um ano para reduzir dívidas. Além disso, o balanço patrimonial permite que você avalie quais são as fontes de recursos da sua franquia, a rentabilidade etc. para ajudar na tomada de decisão com mais segurança.

3. Revise seus processos administrativos

A necessidade de padronização de processos é um fator-chave para o sucesso de uma franquia. Mas não quer dizer que eles não possam ser melhorados. Ao analisar processos administrativos, você poderá reportar ao franqueador gaps e melhorias que podem ajudar a marca e outras franquias. O controle de crédito pode ser o mais impactado positivamente com uma revisão de processos administrativos para o fluxo de caixa, pois, há possibilidade de obter antecipação de recebíveis mais rápido.

4. Recrute as pessoas certas

O investimento para recrutar novos colaboradores pode trazer prejuízos para a sua franquia caso esse processo não seja feito corretamente; já que treinar um novo funcionário porque o anterior teve que ser substituído custa caro. Além da necessidade de criar um bom ambiente de trabalho, é essencial capacitar pessoas; elas se sentirão valorizadas e irão desempenhar suas funções cada vez melhor.

5. Mantenha um bom relacionamento com fornecedores

A melhor maneira de obter benefícios é cultivando bons relacionamentos com seus fornecedores. Portanto, sempre os pague em dia. E caso ocorra algum contratempo com seu fluxo de caixa, informe seus fornecedores em primeira mão sobre o fato. Desta forma, você poderá pedir um adiamento do pagamento. Em momentos de crise, são parcerias estratégicas que poderão fazer toda a diferença para a sua franquia.

6. Mantenha uma boa reserva financeira

Não é porque algo é inesperado que não pode ser previsível em seu planejamento. Muitos negócios faliram durante a crise da covid-19, mas aqueles que estavam organizados financeiramente com uma boa reserva financeira continuam ativos. É claro que há outros fatores que contribuíram para o fim de muitas empresas, mas a sua franquia precisa estar com o caixa pronto para momentos como o que ainda estamos passando.

7. Evite comprar o que não é importante

Mesmo com o caixa da sua franquia indo bem, prefira comprar o que for super necessário. Avalie sempre o retorno sobre cada investimento que você faz. Se preferir, peça ajuda ao franqueador sobre cases de sucesso de outras franquias que investiram com sabedoria e tiveram um grande retorno no negócio.

8. Use uma plataforma de conciliação financeira

O fluxo de caixa é o principal indicador sobre a saúde financeira das empresas. Com um software de conciliação financeira, como a Equals, você pode ver o quanto recebeu em diferentes períodos, o que já foi pago, o que ainda será recebido, entre outras informações. Tudo isso dividido por operadora e domicílio bancário. Além dos benefícios a seguir:

Como abordamos no início deste artigo, houve mudanças nos hábitos de consumo das pessoas e a aceleração da digitalização de variados modelos de negócios foi inevitável. A automação financeira do fluxo de caixa de franquias é uma grande aliada para o desenvolvimento delas e a consequente consolidação no mercado. Solicite uma demonstração gratuita.

Categorias

Saiba das novidades
Os meios de pagamento evoluem a cada dia,
nossa solução também.