Cartão x boleto: prós e contras dos principais meios de pagamento do e-commerce

26 agosto 2019
Conheça as vantagens e desvantagens dos principais meios de pagamento do e-commerce no Brasil: o cartão de crédito e o boleto bancário.

As vendas no e-commerce brasileiro só aumentam. Se você já tem sua loja virtual ou está pensando em comercializar seus produtos na internet, precisa saber tudo sobre os meios de pagamento, principalmente os mais comuns da web: o cartão de crédito e o boleto bancário.

Leia também: 7 tendências do varejo online para 2019

Porém, antes de abordarmos estes dois meios de pagamento, vamos trazer para você dados sobre o e-commerce brasileiro, para que você entenda a importância do comércio virtual para a economia do país. Confira a seguir!

Os números do e-commerce no Brasil

Esse números, você não vai encontrar em nenhum outro artigo de blog. Faça bom proveito!

Em 2018, as vendas no e-commerce brasileiro movimentaram R$ 53,2 bilhões, um aumento de 12% em relação a 2017. Acompanhando esta tendência, as compras através de dispositivos móveis, no chamado m-commerce, registraram alta de 41%.

O e-commerce ganha cada vez mais importância e passa a fazer parte do dia a dia do consumidor. São 58 milhões de consumidores que fizeram pelo menos uma compra online em 2018, sendo que 10 milhões desses fizeram sua primeira compra online no ano.

As compras à vista se mostraram uma grande saída para classes econômicas com menor poder financeiro, representando 54,2% de todas as compras de 2018, sendo que o faturamento no Nordeste cresceu 27%, atingindo R$ 7 bilhões, representando 13,2% do país.

Além disso, o frete grátis voltou a ser destaque. Os 10 maiores varejistas brasileiros voltaram a utilizar a estratégia de atuação e também de aquisição de novos clientes.

Os levantamento é do Webshoppers, considerado um dos estudos de maior credibilidade sobre o e-commerce, realizado pela Ebit/Nielsen, empresa de inteligência de dados do setor.

O que esperar para 2019?

Ainda segundo a pesquisa realizada pela Ebit/Nielsen, o e-commerce no Brasil deve alcançar um faturamento próximo de R$ 61,2 bilhões neste ano de 2019, o que apontaria um crescimento de 15%, superior aos 12% registrados em 2018, quando o segmento de lojas virtuais somou R$ 53,2 bilhões.

Seja você um varejista, fabricante, investidor ou profissional do mercado, o e-commerce deve ser pauta nas suas definições de estratégia. Até porque, o e-commerce já ocupa o papel de um canal importante de compra para o consumidor brasileiro.

Pois bem, agora que você já entendeu a relevância e a importância deste segmento, vamos abordar os dois principais meios de pagamento das lojas virtuais: o cartão de crédito e o boleto bancário. Vamos esmiuçar as vantagens e desvantagens de cada um para que você possa fazer o melhor proveito no seu e-commerce.

Vamos nessa?

Cartão de crédito

Segundo levantamento do e-commerce.org, 76% dos consumidores brasileiros preferem o cartão de crédito para realizar compras online, o que faz do cartão o meio de pagamento mais utilizado no comércio eletrônico virtual do país.

Assim como qualquer outro meio de pagamento, existem vantagens e desvantagens no uso do cartão de crédito, tanto para quem recebe quanto para quem paga. Confira abaixo:

Vantagens

– Parcelamento em até 12 vezes: o cliente pode se programar e não precisa pagar o valor total à vista
– Mais segurança para o consumidor, que não precisa usar dinheiro em papel
– Mais facilidade e rapidez, pois basta cadastrar os dados do cartão para fazer a compra, que é aprovada ou não em segundos
– Participação do titular do cartão em programas de pontos, milhas e outras ações promocionais
– Redução da inadimplência para quem recebe, por conta da cobrança automática
– Mais oportunidades de vendas às empresas, abrangendo diferentes públicos

Desvantagens

– Prazo para recebimento
– Taxas cobradas pelas operadoras de cartão, adquirentes e bandeiras
– Cancelamentos, fraudes e chargebacks

Boleto bancário

Para 75% dos consumidores no Brasil, o boleto é a melhor opção de cobrança. Por ano, são emitidos aproximadamente 3,6 bilhões de boletos bancários, o que prova a aceitação deste meio de pagamento pelos brasileiros. Os dados foram levantados pelo E-commerce Brasil em parceria com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

Podemos dizer que o boleto é o meio de pagamento mais “democrático”, além de ser o mais acessível, isso porque em 2018, o número de brasileiros que não possuía conta em banco era de 60 milhões, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Vantagens

– O boleto pode ser pago em bancos, caixas eletrônicos, internet banking, lotéricas e até farmácias
– O valor cobrado geralmente é menor, por conta do pagamento ser à vista, as empresas costumam oferecer desconto para quem paga no prazo ou com antecedência
– É o único meio de pagamento aceito por órgãos públicos e pessoas jurídicas
– Pode-se fazer o envio e a emissão de 2ª via por e-mail
– Em caso de vencimento, o emissor pode definir juros e multa
– O pagador não precisa ter conta em banco
– Oferecer esse tipo de cobrança pode aumentar a conversão em vendas do e-commerce
– A operação é muito simples e barata para as empresas

Desvantagens

– Desistência de pagamento por parte do comprador
– Prazo limite para o pagamento, que pode inibir a quitação pelos consumidores

Conclusão

A tendência é que o e-commerce cresça cada vez mais, visto que o consumidor aprendeu a confiar neste sistema de compra online e os investimentos do setor não param. Abordamos os dois principais meios de pagamento do e-commerce e você deve ter percebido que ambos tem mais prós do que contras.

O fato é que quanto mais opções de meios de pagamento o seu e-commerce oferecer, maiores são as chances de conversão. Mas, de qualquer forma, o seu e-commerce precisa aceitar cartão e boleto, os métodos mais usados pelos consumidores.

Esperamos que tenha gostado e aproveitado o conteúdo. Até a próxima!

Categorias

Saiba das novidades
Os meios de pagamento evoluem a cada dia,
nossa solução também.