Big Data é prioridade global no setor financeiro. Saiba porquê

23 outubro 2019
O Big Data é um recurso essencial para a análise de dados e a tomada de decisões por parte das empresas, principalmente no setor financeiro. Leia e saiba mais!

A tecnologia Big Data deve movimentar US$ 8,5 bilhões até 2023, segundo o relatório da Frost & Sullivan, “Latin American Big Data and Analytics (BDA) Market”. Atualmente, o Brasil é o país com maior receita, contribuindo com 46,7% do total, seguido por México (26,7%), Colômbia (7,9%), Chile (6,9%), Argentina (5,6%) e Peru (2,4%).

Mas, calma lá. Você sabe, realmente, o que é Big Data? Confira abaixo.

Big Data: o que é?

O Big Data pode ser definido como um grande volume de dados (estruturados ou não) que precisam de ferramentas específicas para serem encontrados, extraídos, organizados e transformados em informações que possibilitem uma análise detalhada e ágil por parte das empresas interessadas.

Não refere-se apenas aos dados, mas principalmente o que as empresas fazem com esse amplo conjunto de informações. O Big Data se trata, principalmente, das técnicas capazes de transformar números em insights e estratégias assertivas para as corporações.

Os 5 Vs do Big Data

Inicialmente, o Big Data foi concebido com 3 Vs. Agora, temos 5 Vs, que são considerados os pilares desta tecnologia. Confira a seguir:

Volume: diariamente, circulam na internet bilhões de e-mails, tweets, stories, posts, fotos e vídeos. No Facebook, por exemplo, são 10 bilhões de mensagens, 4,5 bilhões de curtidas e 350 milhões de fotos compartilhadas, todos os dias. Para que as empresas possam encontrar, extrair, analisar e transformar esse grande volume de dados, existe o Big Data, a tecnologia ideal para lidar com esse gigantesco volume de dados.

A Bolsa de Valores de Nova York, por exemplo, gera mais de um terabyte por dia. Fonte: Infoq

Velocidade: com o Big Data, é possível analisar os dados que circulam na rede muito rapidamente, praticamente no instante que são gerados. Esta tecnologia não serve apenas para armazenar as informações, mas sim extrair, filtrar e tirar o melhor para cada empresa interessada. E a velocidade do processo é um dos pilares deste recurso.

A velocidade de armazenamento ou processamento de dados é da ordem de 105 transações por segundo ou mais. Fonte: Investopedia

Variedade: esse V refere-se à diversidade dos tipos de dados. Aqui, estamos falando de números, palavras, comportamentos extremamente variados. O Big Data é capaz de administrar todos esse dados, sejam estruturados ou não, e transformá-los em informações relevantes e esclarecedoras, de forma organizada e assertiva.

Veracidade: o Big Data não é capaz de afirmar se as informações obtidas são verdadeiras ou não, mas, a partir de análises, pode revelar se os dados estão corretos, diminuindo a chance de erros por parte das empresas.

Valor: as empresas precisam utilizar o Big Data de forma inteligente, voltando suas atenções aos dados que são realmente relevantes, que agregam valor ao negócio. Como citamos acima, o Big Data é um grande volume de dados, cabe às corporações fazer bom uso deles.

Big Data é prioridade global no setor financeiro

Segundo estudo da EY, para 23% das empresas em todo o mundo, a prioridade de gestão financeira é melhorar os recursos de Big Data e análise de dados para transformar a previsão, o gerenciamento e a análise de riscos. A pesquisa ainda revelou que 85% dos CEOs afirmaram que a capacidade de coletar e analisar dados era chave para o crescimento de seus negócios.

No Brasil, apenas para 2019, a previsão é de que o Big Data movimente US$ 4,2 bilhões, segundo estudo da ABES (Associação Brasileira das Empresas de Software) em parceria com o IDC (International Data Corporation).

As pesquisas mostram que o Big Data é prioridade para as empresas em todo o mundo. Mas por que as organizações, principalmente as instituições financeiras, estão apostando todas as suas fichas nesta tecnologia? Descubra mais adiante.

A importância do Big Data para o setor financeiro

As empresas de todo o mundo estão utilizando o Big Data para otimizar seus setores financeiros. Mas, na prática, como o seu negócio pode se beneficiar para aprimorar e melhorar os produtos e serviços oferecidos? Confira alguns dos benefícios deste recurso e como aplicar na sua empresa:

Redução de custos

A partir da análise de dados, sua empresa pode identificar gargalos e áreas com baixa produtividade. Com isso, é possível promover melhorias com o objetivo de otimizar processos, reduzindo os custos e possíveis desperdícios.

Otimização do atendimento

A análise de dados tem auxiliado as empresas do setor financeiro, principalmente os bancos, a otimizar o atendimento ao cliente. Com as informações de CRM, SAC, redes sociais e até da movimentação bancária dos correntistas, as instituições financeiras conseguem identificar preferências e necessidades de seus clientes. melhorando assim o tratamento para cada um.

Prevenção e análise de riscos, fraudes e ataques

Um levantamento da consultoria global Protiviti, realizado com auditores do mundo todo, apontou que 60% dos profissionais planejam realizar auditorias de controle interno usando Big Data. A tecnologia permite a descoberta de pagamentos e cobranças em desacordo contratual, erros no controle de estoque, entre outras inconsistências.

O Big Data serve também para identificar comportamentos suspeitos, prevenindo ataques de hackers, através da mineração de dados. Outra vantagem do recurso é avaliar e minimizar os riscos envolvidos nas transações financeiras, o que é essencial para que os profissionais do setor financeiro possam prever cenários e tomar as melhores decisões. Ou seja, nada passa pelo crivo do Big Data.

Leia também: Transparência nas transações: a importância para a gestão financeira

Oferecimento de produtos e serviços personalizados

Com os dados em mãos, as empresas conseguem se antecipar e oferecer produtos e serviços personalizados para seus clientes, a partir de informações geradas por eles mesmos em sites, aplicativos e outros meios.

Criação de valor

Com números e informações sobre todos os processos, as empresas conseguem identificar pontos fortes e fracos para promover mudanças necessárias, gerando mais valor para o cliente e aumentando o lucro do negócio.
Melhora dos resultados em Marketing e Vendas

O resultado final para o uso de Big Data são campanhas de Marketing mais assertivas e aumento das vendas. Com informações valiosas a disposição, as empresas podem direcionar suas ações e maximizar os resultados.

É isso! Chegamos ao fim deste artigo. O Big Data é o presente e será o futuro do setor financeiro global. As empresas que quiserem se manter competitivas, precisam estar atentas e utilizar o melhor que a tecnologia tem a oferecer.

A Equals é uma plataforma de gestão financeira inteligente para empresas que lidam com múltiplos meios de pagamento e faz uso do Big Data para dar mais transparências às transações de seus clientes. Saiba mais sobre nossa solução.

Categorias

Saiba das novidades
Os meios de pagamento evoluem a cada dia,
nossa solução também.